Posts Tagged ‘é foda…

18
fev
09

Adiós futbol

por Capoba

Companheiros blogueiros, venho por meio deste instrumento de comunicação em massa manifestar minha completa indignação com o esporte mais popular do mundo. O futebol tornou-se apenas mais um instrumento da enfadonha globalização, e consequentemente está paulatinamente perdendo a alma, perdendo o brilho, perdendo o encanto.

No alto de meus 23 anos + 1, tive a oportunidade de, durante minha curta infância, acompanhar o final da fase romântica do esporte bretão, quando ainda existia o dito “amor a camisa” e o espetaculismo de shows, imagens, máscaras e malabarismos circenses começava a dar o ar da graça pelo Velho Continente e aos poucos ir arrancando nossos jovens craques dos escretes tupiniquins. Acompanhei nas quentes madrugadas de verão meu grande tricolor ser bi-campeão mundial em cima de Barcelona e Milan de Stoichkov e Baresi, com craques de primeiríssima grandeza como Raí e Miller que davam sangue, suor e lágrimas pela camisa que vestiam e pelos torcedores que aqui pernoitavam junto da televisão em busca de um alento esportivo para suas sofridas vidas. Outros torcedores podem se lembrar de gloriosos times seus que fizeram história, como o Palmeiras de 93 e 94 que saiu de uma fila de 17 anos em cima de um aguerrido e encardido Corinthians na base dos fluídos corporais já citados anteriormente.

Hoje aqueles que poderiam se tornar nossos grandes “ídolos”, estão espalhados pela Europa, Japão, o tal do mundo árabe, Polinésia, Tunísia, Guam e seja lá qual for o lugar que ofereça mais tostões pelo seu futebol. O jogador tornou-se um objeto a ser negociado e o torcedor se transformou na mais perfeita massa e manobra, diante do mínimo vislumbre de poder contar com um desses medalhões, já vendem a alma aos dirigentes mequetrefes e safardanas que transformaram o futebol em seu mais fácil ganha-pão.

Ainda sobre minha infância, é possível lembrar das segundas-feiras, eram divertidíssimas pois era chegar na escola e aloprar algum companheiro torcedor adversário ou receber uma verdadeira alopração em troca, hoje em dia, o tão apregoado profissionalismo elitiza aos poucos o esporte e o torna maçante, somado a isso, a incompetência e a marginalidade da maioria dos dirigentes mostrou sua cara de vez, descobriu-se o meio podre e sujo que é o futebol, as torcidas não sabem mais torcer, não querem mais torcer e nem deixar que outras pessoas torçam, com isso, as pessoas se desiludiram, ficaram mais céticas, mais frias quanto a esse meio!!!

Definitivamente, o futebol divertido está acabando, nos resta admirar a bela organização dos campeonatos europeus, os maravilhosos craques, enfim, tudo deles… pois o nosso já foi e dificilmente será de novo, é triste, porém um desabafo que queria fazer!!

Ah sim, e amigos, na boa, sugiro que não se proponham nem a pensar em ir à um estádio, muito menos usar a camisa de seu time, a menos que tenha um bom seguro de vida, coisa que eu não tenho, prefiro uma cerveja na Augusta…

Anúncios
15
fev
09

Sexo na música…

por Capoba

Olá amigos leitores e apreciadores de tudo aquilo que não é convencional, já que me incumbiram de escrever sobre qualquer assunto resolvi me antecipar aos colegas e escrever sobre tão intrigante, instigante e extenso tema.

O sexo e consequentemente a busca pelo mesmo faz parte do conjunto de nossos instintos mais primitivos e mais polêmicos. Tal premissa se associada com toda nossa vivência pessoal nos faz (e me faz) acreditar piamente que todos nós, em um grau maior ou menor, gostamos de uma boa putaria.

No decorrer da história da música vários artistas se utilizaram de suas canções para extravasarem seus fetiches, taras e outros termos pornográficos que o baixista da Mercúrio Cromo deve estar bem familiarizado. Desde Elvis Presley que com todo seu gingado fazia fãs irem a loucura na platéia e jogarem suas calcinhas completamente encharcadas para ele, até os famigerados funkeiros cariocas com suas criativas e bem boladas (ironia) canções sobre a vulva e o falo. Á esses se juntam os australianos fanfarrões do ACDC e seu “You shook me all night long” livremente traduzida como “você me chupou a noite inteira”, os mexicanos do Molotov, banda mexicana altamente rodada e manjada em toda a América Latina e também nos EUA, só no Brasil que não é conhecido, preferimos a melação sonolenta do Maná (ECA!!!!). E também não podemos nos esquecer dos brasileiríssimos e paulistaníssimos Velhas Virgens com… bem… todo o seu repertório musical!!!

Molotov – Rastamandita

Enfim amigos, a questão que coloco aqui é a seguinte: que tipo de putaria devemos aceitar, se devemos aceitar? O que nos faz aceitar, com bons roqueiros xiitas, que Bonn Scott declame como uma garota passou uma noite inteira cantando em seu microfone pessoal e nos faz tripudiar uma pobre favelada carioca que simplesmente está divulgando para o mundo que a PORRA DA BUCETA É DELA?

Outra coisa amigos, se possível coloquem mais músicos aí que adoram divulgar sua “sexualidade”, quem sabe em um post mais adiante consigamos elencar os 10 maiores putos musicais da história.

Abraços a todos e vida longa à banda com nome de remédio mais legal que eu já conheci.

12
fev
09

A Guerra Civil no Sri Lanka

Quando pensamos em Sudeste Asiático, já surge algumas idéias pré-concebidas em nossas cabeças: budismo, templos imensos, buda, Muai Thai, filosofia busdista, Sagat, Sidarta, Arroz, etc… Mas equecemos, com frequência, que o lugar, ao contrário de ser um local de paz, foi e é marcado por imensas tragédias. Uma das que mais me chamam atenção são as tragédias urbanas, que podem ser percebidas nas fotos (ou no google earth) das grandes metrópoles dos países da região: Délhi, Nova Délhi, Mumbai, Daca, Jacarta, etc.

Não bastasse o que eu chamo de desespero urbano (que torna coisas suicidas, como viver em São Paulo, um gostoso passatempo), a região vive assolada por genocídios e guerras. Não bastasse a Guerra do Vietnã (tão famosa), nos últimos tempos vimos atrocidades menos expostas pela mídia, como a repressão militar na Birmânia (atual Myanmar), e agora, (e eu que pensava que o país era mó paz) o Sri Lanka. Enfim, o que despertou esse post, foi o e-mail que recebi da Avaaz.org, e que transcrevo abaixo, para que, quem acompanha nosso blog, acompanhe também um pouco do resto do mundo…


A guerra esquecida

Caros amigos,

No Sri Lanka acontece a guerra civil mais longa e esquecida da Ásia, que em seus momentos finais está colocando em risco aproximadamente 250.000 civis, presos no fogo cruzado entre o governo e os rebeldes.

O governo dos EUA é o maior parceiro comercial do Sri Lanka e um dos maiores doadores de financiamento militar e de desenvolvimento para o país, portanto tem um grande poder de influência sobre o governo. Os EUA pediram “zonas de segurança” para proteger os civis, porém é preciso uma pressão diplomática mais forte para ambos os lados concordarem, deixando claro que o financiamento e o comércio poderão ser comprometidos, assim como medidas diplomáticas legais poderão ser tomadas.

Diplomatas de alto escalão concordaram em apresentar as nossas mensagens pessoalmente para a Secretária de Estado Hillary Clinton dentro dos próximos dias, se comprometendo a responder as mensagens por escrito. Esta é uma verdadeira oportunidade de persuadir a administração Obama a assumir um papel construtivo nesta crise séria. Clique aqui para ver um modelo de mensagem ou enviar a sua mensagem pessoal:

http://www.avaaz.org/po/sri_lanka_civilians

A longa guerra no Sri Lanka já gerou muitas atrocidades e tragédias – a maioria delas não chegou aos noticiários e permaneceram escondidas do mundo devido à campanha brutal do governo contra jornalistas independentes. O fim da guerra não resolverá as injustiças que a causaram; depois que as armas forem colocadas de lado, as questões dos Tamil e outros grupos minoritários terão que ser resolvidos pelo governo através do diálogo político e a reconstrução que virá a seguir.

Porém agora, nos últimos dias ou semanas de guerra, os 250.000 civis Tamil não precisam ser as casualidades finais desta guerra.

Vamos acrescentar as nossas vozes às dos ativistas de direitos humanos que ao longo dos anos lutaram contra a marginalização dos grupos minoritários e contra a degradação dos direitos básicos no Sri Lanka.

Clique abaixo para pedir para a Secretária do Estado dos EUA Clinton, a principal diplomata do Obama, apoiar os civis ameaçados no Sri Lanka:

http://www.avaaz.org/po/sri_lanka_civilians

Com esperança,
Luis, Ben, Graziela, Ricken, Paula, Alice, Iain, Pascal, Paul, Milena e o resto da equipe Avaaz

Saiba mais a guerra do Sri Lanka:
Cruz Vermelha alerta para crise humanitária em meio à guerra no Sri Lanka: http://www1.folha.uol.com.br/folha/mundo/ult94u495342.shtml

Sri Lanka: Ban Ki-moon preocupado com a segurança dos civis afectados pelos combates: http://jn.sapo.pt/PaginaInicial/Interior.aspx?content_id=1121655

ONU atende feridos no Sri Lanka; indiano se mata em protesto contra ofensiva: http://www1.folha.uol.com.br/folha/mundo/ult94u495957.shtml

Exército do Sri Lanka prestes a acabar com resistência dos Tigres Tamil: http://www.euronews.net/pt/article/04/02/2009/tamil-tigers-urged-to-surrender/




outubro 2017
D S T Q Q S S
« mar    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

Páginas

Mercurio Cromo no Twitter