12
abr
09

Uma banda nada convencional…

por Raul

Mark Sandman era urbano nato e gostava da cidade à noite.  Já foi taxista notuno em Cambridge, sua cidade natal, além de ter trabalhado num pesqueiro no Alasca. Morou no Rio de Janeiro durante um ano e não tinha residência fixa.

Montou duas bandas de rock simplesmente pelo prazer de tocar e curtir a noite despreocupadamente. Essas bandas foram o Treat Her Right e o Morphine.

Falaremos do Morphine aqui, pois se trata de uma das bandas menos convencionais que já surgiram no cenário do rock, ou do jazz, seja como for.

Mark Sandman ousou tocar um contra-baixo usando apenas as duas cordas mais graves utilizando um slide. Apimentando ainda mais a receita, a banda tinha um saxofone barítono tenor, e bateria.

Essa combinação resultou em uma banda que mesclava rock com jazz, sem usar guitarra, tocando de maneira soturna, musicando poemas inspirados em Kerouac e sua literatura beatnik.

Em 1992, a banda lança seu primeiro disco, o excelente “Good” que chamava atenção pelas idéias inovadoras e os belíssimos poemas de Mark Sandman, que acima de tudo se mostrava um excelente músico.

No segundo disco, o clássico “Cure For Pain”, a banda mostra uma maturidade incrível, criando clássicos instantâneos, como “All Wrong” e “Thursday”. Esse disco marca também a mudança de bateristas na banda, sai Jerome e entra Billy Conway.

No terceiro disco, o inovador “Yes!”, a banda mostra um enstrosamento sensacional. Com certeza o destaque do grupo nesse disco era a sonoridade dos saxes de Dana Colley, que resolve tocar um sax duplo, com as duas mãos e apenas uma boquilha em um dos instrumentos, que era ligado ao outro por um tubo.

O quarto disco da banda, o mediano “Like Swimming” mostra a banda em seu momento menos inspirado, porém a qualidade musical dos integrantes continuava intacta. Talvez pelo fato de não ter conseguido contrato com uma grande gravadora, a banda sentia uma certa pressão do mundo underground.

Aquele que seria o quinto disco do grupo, poderia ser, talvez, o mais ousado e bem arranjado lançamento da banda até então. Mark Sandman trabalhou durante dois anos na criação do álbum, planejando-o cuidadosamente, gravando-o em seu estúdio particular, o Hi-N-Dry. Além dos membros da banda, foram convocados para a gravação do disco: Jane Scarpatoni (cello), Mike Rivard (baixo) e Joseph Keller (violino). Jerome Deupree também foi requisitado, tocando em todas as faixas. Mark tocou vários instrumentos, entre outros, tocou piano, órgão, guitarra acústica e trombone. Mark também toca um contra-baixo tradicional, de quatro cordas,  além de tocar um violão na linda “Rope on Fire”.

Com dois bateristas tocando juntos, somado aos backing vocals femininos presentes nas canções, “The Night” era classificado pela prórpia banda, como um passo a frente e totalmente inovador até então.

Durante um show, no dia 3 de julho, em Palestrina, Itália, Mark fala com o público: “Obrigado Palestrina. É uma linda noite. É ótimo estar aqui e quero dedicar uma canção super-sexy a todos vocês…”

E parou ali. Mark Sandman sofreu um enfarte fulminante, morrendo no palco. Durante o show.

O disco “The Night” foi lançado no ano 2000, e os demais integrantes da banda se envolveram em diversoso projetos musicais, sempre celebrando a música de Mark Sandman. Atualmente eles tocam no Twinemen, que tem como vocalista Laurie Sargent, que sempre foi fã declarada de Mark Sandman.

Deixo aqui uma apresentação ao vivo da banda, gravada entre 1994 e 1995, para a televisão francesa.


0 Responses to “Uma banda nada convencional…”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


abril 2009
D S T Q Q S S
« mar   maio »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

Páginas

Mercurio Cromo no Twitter


%d blogueiros gostam disto: