11
abr
09

Iron Maiden. De novo!

Eu sei que já faz quase um mês. Mas eu preciso postar…

Fim de tarde do Domingo, dia 15 de Março de 2009. Que tal assistir o Gugu? Ou quem sabe alternar com a dobradinha de peso da Globo: Faustão/Fenômeno? Ah, pelo amor de Deus… Hoje é dia de Iron Maiden porra!

Diante a “afrescalhada” dos outros membros do Mercúrio Cromo, eu fui destacado por mim mesmo (?!) a nos representar diante de Sir Steve Harris e Cia. E lá fui eu (sim e com a minha mãe, qual o problema?? kkkkk), assitir meu terceiro show da verdadeira dama de ferro (vai se foder Margareth fuckin’ Tatcher!). Aliás, como é a terceira vez que os vejo ao vivo, o Iron se torna a banda que eu mais prestigiei de corpo presente! Mas como isso não interessa, prossigamos…

O show do Iron Maiden pode ser dividido em 2 perspectivas completamente diferentes. A primeira explica porquê eles são, indiscutivelmente, um dos maiores fenômenos da história da música (de TODA a história da música). A segunda explica porque o show beirou o tempo todo ao fracasso.

Comecemos pela segunda perspectiva. Segue os motivos:

1- Show onde Judas perdeu as botas, as calças, as meias, o juízo e se tornou corinthiano. O Autódromo de Interlagos é uma péssima escolha por n motivos. Mas os que mais chamam atenção é a distância do centro da cidade e a falta de infra-estrutura “prévia“ para shows. O local é de difícil acesso a 9 em cada 10 seres humanos e, como o próprio nome diz, é um AUTÓDROMO, e não uma ARENA para eventos, tampouco uma casa de shows.

2- Vias de acesso ao local. Tudo péssimo. Trânsito intenso (incluindo o trânsito local), os nomes das ruas todos meio sem lógica (um mesmo nome pra 2 avenidas, 2 nomes pra mesma avenida… Eu nem sei explicar…), e um serviço, por parte da CET, de qualidade duvidosa…

3- A organização RIDÍCULA. A sensação que se tinha é o que o show de heavy metal tinha sido organizado por um padre, vindo do interior do Mato Grosso e que acabou de acordar de um coma de 10 anos. A Mondo Entretenimento conseguiu decepcionar em quase tudo (a única coisa que se safou foi que, aparentemente, havia banheiros em bom número…). Listando:
a) Escolha do local. Aff… Que lugar péssimo…
b) Valor dos ingressos. Por 140 reais deveríamos ser recepcionados por modelos…
c) Número de fãs. Bruce Dickinson comemorou o fato de estar tocando para 100 mil pessoas no maior show da história do Iron (afinal, os 300 e lá vai paulada do Rock in Rio 3 não contam por se tratar de um festival…). A polícia divulgou algo em torno de 60 mil. A imprensa divulgou entre 63 e 65 mil. A Mondo chegou a falar em menos de 50 (sei…). Mas para quem tava lá, dava a sensação de haver umas 600 mil! Eu fiquei mais longe do palco do que no show dos Rolling Stones (que foi na praia, e de graça!).
d) Barraquinha de bugigangas. A pouquíssimos metros do palco, obstruindo a visão de quase todo mundo. Eta erro imbecil…
e) Telões “falhentos“. Ambos os telões laterais tinham muitas falhas na exibição… Horroroso…
f) Entrada e saída do público. Imagine 600 mil pessoas querendo entrar logo (por ansiedade) e sair logo (por cansaço) de uma área diminuta. O que você faria? Fácil: deixaria UMA ÚNICA MALDITA ENTRADA (E SAÍDA) PARA TODOS!!! E aí você demora 3 horas para entrar (atrasando o próprio show), e mais de 2 horas para sair (atrasando a própria vida), se perguntando se não teria sido uma boa idéia ficar em casa.
g) acho que tem mais coisa, mas não lembro…

4- A escolha da data. O cancioneiro popular nos ensina (via Tom Jobim): as ÁGUAS DE MARÇO FECHAM A PORRA DO VERÃO! Então cabe a questão: pra quê repetir o erro do ano passado e fazer o show em época de chuva (causando danos óbvios à toda pirotecnia da turnê do Maiden)? Resultado: pessoas molhadas e muita, mas muita lama. Muita lama mesmo.

Agora a perspectiva boa. Um show do Iron Maiden é impressionante. Um show do Iron Maiden, da Somewhere Back in Time Tour em São Paulo é muito mais. Motivos:

1- Uma banda legal. 5 caras que tocam muito bem seus instrumentos, e tocam junto à muito tempo. E que, apesar de já não serem mais moleques, não param de fazer macaquices em cima do palco. Apenas para demonstrarem sua alegria em estar ali e, claro, para animar “a galera”. Missões cumpridas. (No quesito macaquice, não sei a real diferença entre os Mamonas Assassinas e o Iron…)

2- Uma cidade legal. Para quem conhece Rock e São Paulo, não preciso dizer nada. Para quem não conhece, esse post não é o espaço adequado à explicação…

3- Uma turnê legal. Aqui acho que o Iron superou em capacidade e atenção ao público. Um cenário foda, figurinos legais, fogos e fogo à vontade (ao menos o que a chuva permitiu), Eddies gigantes e animados, e, claro, um set-list fabuloso (especialmente para quem já tinha ido ao show do ano passado). Músicas dos álbuns considerados por grande parte do público e da crítica os melhores da banda (The Number of the Beast, Powerslave, Somewhere in Time e Seventh Son of Seventh Son), com uma oportuna inserção de Fear of the Dark (do álbum homônimo) e menções ao álbum Iron Maiden, garantem a satisfação de 100% dos fãs. Uma puta lição para bandas ao redor do mundo…

4- Músicas legais. As músicas do Iron são legais. Ótimas letras, ótimas guitarras, ótimo baixo, ótima bateria, ótimo vocal. O que dizer? Legal, ora…

Enfim, um show que tinha tudo para ser desastroso, tornou-se ótimo porque a banda é foda. Quantas outras bandas conseguiriam reverter as percepções desse modo?

E, ao final, ainda encontrei o Tomás, baixista do Torque 64, e sua namorada, a “menina do cabelo rosa” Virgínia, e fomos embora juntos.

Agora é esperar o próximo (que segundo o Bruce, será em 2011, na abertura da nova turnê).

Set list

Aces High
Wrathchild
2 Minutes to Midnight
Children of the Damned
Phantom of the Opera
The Trooper
Wasted Years
The Rime of the Ancient Mariner
Powerslave
Run to the Hills
Fear of the Dark
Hallowed Be Thy Name
Iron Maiden
(Bis)
The Number of the Beast
The Evil That Men Do
Sanctuary


2 Responses to “Iron Maiden. De novo!”


  1. abril 12, 2009 às 1:28 pm

    poxa, mais uma vez perdi o Iron Maiden….. 😦

    gostei do seu blog, posso linkar?

  2. abril 12, 2009 às 6:16 pm

    @Lia, sinta-se à vontade para linkar o Blog do Mercúrio Cromo em seu blog!

    Siga-nos no Twitter também: http://www.twitter.com/MercurioCromo


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


abril 2009
D S T Q Q S S
« mar   maio »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

Páginas

Mercurio Cromo no Twitter


%d blogueiros gostam disto: